EXAMES HISTOLÓGICOS

1. BIOPSIAS

As biopsias correspondem a fragmentos únicos ou múltiplos, de pequenas dimensões, geralmente com forma irregular e sem aspeto macroscópico característico. Temos o exemplo das biopsias transbrônquicas, biopsias do colo uterino, biopsias do trato gastrointestinal, biopsias por agulha grossa da mama, fígado, rim, próstata, entre outros.
Após a colheita do material, este deve ser colocado em frasco previamente etiquetado e munido do líquido fixador, para evitar que os fragmentos se colem ao recipiente e provoquem artefactos.
É importante que o material esteja adequadamente acondicionado e identificado, de forma a evitar perdas, extravios ou inviabilizar tecnicamente a análise.
É importante que o material seja enviado o mais rápido possível para o laboratório.


2. PEÇAS CIRÚRGICAS

São consideradas peças cirúrgicas as ressecções parciais ou totais de órgãos, neoplasias de grandes dimensões e produtos de amputação de membros.


REQUISIÇÃO DO EXAME

A requisição deve conter alguns dados mínimos, para evitar atrasos ou diagnósticos inadequados. Estes dados devem estar claros e legíveis:
* Identificação do paciente, com nome, sexo, idade, bem como outros dados que possam ser relevantes para o diagnóstico;
* Identificação do material, data e localização anatómica da colheita. Se houver mais do que um local, identificar os frascos e referir a que local exato corresponde cada frasco;
* Informações clínicas relevantes e dados de exames anteriores que possam ser úteis no diagnóstico do patologista, como dados de hemograma, exames de imagens e outros que se fizerem pertinentes (especialmente lesões malignas).